Aumente a visibilidade e o valor de sua pesquisa para a saúde com roteiros para redação de artigos científicos

Introdução

Este curso é resultado de uma colaboração entre a Rede EQUATOR[1] e a Organização Pan- Americana da Saúde (OPAS) / Organização Mundial da Saúde (OMS). O objetivo é aumentar o valor e reduzir o desperdício de pesquisa, permitindo que as pessoas que planejam conduzir, escrever relatórios, editar, publicar ou avaliar pesquisas em saúde cumpram os padrões atuais de relatórios de pesquisa. O curso visa ajudar os participantes a realizar pesquisas de impacto e alta qualidade, de acordo com as recomendações da Política de Pesquisa para a Saúde da OPAS[2] e da Estratégia de Pesquisa para a Saúde da OMS[3].

Este é um curso introdutório que não substitui o treinamento formal em métodos de pesquisa, como numa pós-graduação em epidemiologia. Ele fornece uma visão geral das boas práticas de relatórios em todas as fases da pesquisa. O momento ideal para fazer este curso é como uma atividade introdutória antes de iniciar e finalizar sua proposta de pesquisa ou durante o planejamento de um manuscrito de pesquisa em saúde.

Objetivo

Este curso visa treinar os participantes a usar os roteiros para redação de artigos científicos em vários estágios do processo de pesquisa, desde o planejamento do projeto até a publicação dos resultados. O uso de roteiros para redação de artigos científicos tornará seus processos de pesquisa transparentes, bem redigidos e relevantes para as agendas de saúde nacionais e internacionais.

Objetivos de aprendizado

No final deste curso, os participantes serão capazes de:

  1. Compreender a importância de um bom relatório de pesquisa e a relevância e os benefícios do uso de roteiros para redação de artigos científicos para usuários de pesquisa, comunicadores e financiadores de pesquisa.

  2. Identificar roteiros para redação de artigos científicos relevantes no site da Rede EQUATOR para diferentes projetos de pesquisa (por exemplo, ensaios clínicos randomizados, revisões sistemáticas, estudos observacionais, estudos de diagnóstico, pesquisa qualitativa, avaliações econômicas, estudos de saúde pública etc.) e tópicos (por exemplo, desenvolvimento protocolos, reportando danos e abordando a equidade).

  3. Usar os roteiros para redação de artigos científicos de forma eficiente para planejar pesquisas, redigindo protocolos, e para redigir artigos científicos.

  4. Compreender a estrutura e os principais passos para escrever um bom relatório sobre pesquisa em saúde.

  5. Identificar recursos relevantes para encontrar agendas de pesquisa nacionais e internacionais e prioridades de saúde que possam fornecer um modelo para contextualizar seu trabalho e destacar sua relevância para as políticas e acordos existentes.

  6. Usar os princípios de transposição do conhecimento e tomada de decisão baseada em evidências para estruturar a lógica de um projeto de pesquisa.

Público-alvo

Os participantes serão pessoas que estão conduzindo ou planejam conduzir, escrever relatórios, editar, publicar ou avaliar pesquisas para a saúde e que estejam interessadas em melhorar a qualidade da pesquisa para projetos de saúde e aumentar a usabilidade dos relatórios para a tomada de decisões. Por exemplo: estudantes de medicina, estudantes de graduação e pós- graduação, bolsistas da OPAS-OEA, funcionários da OPAS, outros profissionais de organizações internacionais e instituições de pesquisa, pesquisadores, gerentes de pesquisa, editores e revisores. Os participantes devem ser capazes de entender o português.

Modalidade do curso

Este é um curso de autoaprendizagem e ritmo individualizado totalmente online por meio da plataforma de aprendizado Moodle do Campus Virtual de Saúde Pública (VCPH). O curso envolve estudo independente somente, e com foco prático. Os alunos serão expostos a diferentes estudos de caso e serão avaliados por meio de testes de múltipla escolha.

Metodologia

Este curso tem uma metodologia de autogestão, permitindo que os participantes progridam no seu próprio ritmo. Consiste em páginas de texto, estudos de caso e questionários automatizados para aplicar o aprendizado adquirido. Os estudos de caso são exercícios de autorreflexão.

Duração

Aproximadamente 10 horas. O curso é aberto e disponível no VCPH. Como é um curso de autoaprendizagem, os participantes podem escolher quando frequentar.

 

 

 

 

Última atualização: 02/Out/2023